• XB KENNEL

American Bully Micro: Cuidados com a alimentação




A raça American Bully surgiu a partir de muito estudo genético e do cruzamento entre cães de algumas raças, como o American Staffordshire Terrier, Pit Bull, Bulldog Inglês e o Bulldog Americano.


O intuito era chegar a uma raça de cães dóceis, mas que ao mesmo tempo, tivessem uma aparência forte, pesada e diferenciada das demais. A raça é muito procurada pelos amantes de cães exóticos, pacíficos e de pedigree.


A raça vem ganhando cada vez mais espaço e se trata de um cão tranquilo, companheiro e com uma aparência imponente. O American Bully começou a ser desenvolvido em meados de 1980 e já é uma raça reconhecida no Brasil.


A alimentação


A alimentação do American Bully, assim como a de qualquer outro cão, deve ser muito bem acompanhada pelos donos, com horários determinados e quantidades necessárias. Ao contrário do que você pode imaginar, o American Bully não come muito, apesar de ser um cão muito pesado, largo e bastante musculoso.


Além de não comerem muito, eles devem preferencialmente comer ração Super Premium, como qualquer outro animal. Também é muito bom dar petiscos naturais para esses cães, assim você consegue ajudar a melhorar cada vez mais a imunidade do seu American Bully. Esses petiscos podem ser frutas ou legumes, todos em pedaços pequenos para evitar que os pets se engasguem.


Como cuidar da sua alimentação de seu bully


A alimentação para os filhotes deve ser feita em torno de quatro vezes por dia, pela manhã, início da tarde, fim de tarde e pela noite. A ração deve ser especial para filhotes e o ideal é que seja Premium, como já citado.


A partir dos cinco meses para a frente as ingestões de ração podem reduzir-se a três vezes, como as três principais refeições, dividindo-se pela manhã, pela tarde e pela noite.


Erros na alimentação do American Bully


Existem alguns erros que são cometidos por alguns criadores e que podem causar mal a curto e longo prazo ao seu American Bully.


Para cuidar bem de seu pet de forma correta, você deve conhecer bem a genética de seu American Bully e cuidar da alimentação dele. Confira alguns dos erros mais comuns:


Dar ossos


A maioria dos cães costumam amar comer e roer ossos de aves e bovinos, porém não é recomendado, pois eles podem perfurar o estômago, esôfago ou o intestino do seu American Bully.


Dar restos de comida humana


A ração para cães costumam ser balanceadas, tem os nutrientes necessários e na quantidade correta para o organismo de seu American Bully. Muitas pessoas acreditam que alimentar os pets com sobras das refeições é uma boa ideia.


Porém as necessidades nutricionais dos cães são diferentes das humanas, o que pode levar seu bully ao sobrepeso ou até mesmo a desnutrição em determinados casos, onde os pets se alimentam exclusivamente com sobras de refeições.


Não controlar a quantidade de ração fornecida


Muitos pensam que deixar a tigela do pet sempre cheia dá menos trabalho, porém, isso pode fazer com que seu pet coma mais do que o necessário e adquira sobrepeso, o que te daria mais trabalho ainda posteriormente.


O ideal é que seu American Bully tenha uma rotina alimentar bem estabelecida. Lembre-se também de fornecer água limpa e fresca para seu pet.


Não escolher a ração correta


Existem diversos tipos de ração disponíveis no mercado, o que faz com que as vezes seja difícil escolher a ração ideal para seu American Bully.


O certo é pesquisar bem e dar a ração ideal para o tamanho, idade e raça do seu cachorro, isso é essencial para a nutrição e saúde dele. Não se esqueça de dar preferência para rações Premium.


Conclusão


Gostou de saber um pouco mais sobre a alimentação do American Bully? Adotar um cão, seja ele de qualquer raça, é uma decisão grande e que deve ser muito bem pensada e avaliada.


Antes de mais nada, tenha certeza de quem tem as condições necessárias para dar tudo que seu pet pode precisar, incluindo boas condições de moradia, uma boa alimentação, visitas ao veterinário quando preciso e um lar de muito amor.


Para mais informações sobre a raça, suas características e os cuidados necessários, entre em contato conosco, estamos a disposição para quaisquer esclarecimentos.


Clique aqui para conhecer os filhotes disponíveis!